Como evitar os spam traps?

Os Spam traps são, basicamente, ou armadilhas de spam, ou seja, ferramentas que os servidores de email, como Gmail ou Hotmail, usam para encontrar spammers que enviam emails para bases de dados que não são opt-in. Se não conhecer estes conceitos, leia o nosso artigo sobre opt-in e opt-out. Quando o email da empresa é capturado num spam trap, as taxas de entrega são seriamente afectadas, uma vez que os servidores de email passarão a enviar as mensagens para a pasta de spam.

Como funciona um spam trap?

São endereços de email criados, mas nunca divulgados, por servidores de email, ou seja, nunca deverão receber emails de outros usuários ou empresas. Quando isso acontece, os servidores entendem que o remetente é um potencial spammer, que encontrou esse email de forma incorrecta. Portanto, a empresa que envia algo para esse email não segue as boas práticas de Email Marketing. Ao ser marcado como spammer, o seu email muito dificilmente poderá voltar a enviar outros emails.

Tipos de Spam traps

Spam traps puros

O objectivo dos spam traps puros é apanhar spammers, pois são criados em sigilo, ou seja, nunca deveriam receber qualquer email de pessoas ou empresas. Ao enviar mensagens para estas contas, o endereço de IP e o domínio ficam imediatamente prejudicados.

Spam traps reciclados

Neste caso, são endereços de email que já existiram no passado, mas foram assumidos pelos servidores de email após certo tempo de inactividade. Estes emails enviam alertas a informar sobre a inactividade da conta. Passado esse período, a conta passa a ser spam trap. Portanto, se recebeu notificações a avisar para remover aquele endereço de email e não o fez, será identificado como spammer.

Como evitar spam traps?

Não compre listas de email! Os endereços colectados nestas listas compradas costumam estar inactivos ou são muito antigos e, portanto, já se transformaram em spam traps.

Além disso, na sua própria base de dados pode haver emails muito antigos, mesmo tendo sido opt-in. Faça uma limpeza frequente à sua lista de contactos, principalmente retirando os endereços activos há muito tempo. Além disso, colecte os emails de forma correcta, isto é, envie as suas comunicações a pessoas que estão realmente interessadas em recebê-las.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *