Erros de email marketing a evitar no envio da sua próxima newsletter

O email marketing tem a grande vantagem de ser um tipo de comunicação one to one, ou seja, enviar emails personalizados directamente a alguém que solicitou esta forma de contacto. Porém, muitas vezes esquecemo-nos de definir uma estratégia e é preciso entender que erros de email marketing devemos evitar.

1. Comprar listas de emails

Ao comprar listas, estamos a enviar comunicações para pessoas que não autorizaram, pelo que a mensagem corre o risco de ser considerada spam e entrar na lista negra. A empresa ganhará má reputação e os resultados serão maus. O ideal é criar listas construídas com a permissão dos usuários.

2. Não segmentar as campanhas

Existe o risco de oferecer produtos ou serviços desajustados a certos clientes. Há que analisar as necessidades de cada cliente e separá-los por segmentos. Por exemplo, se houver clientes que falem diferentes línguas, devem ser segmentados por idioma ou até mesmo por interesse.

3. Enviar demasiados e-mails ou não enviar de todo

A frequência com que se envia newsletters determina o sucesso das suas iniciativas. Por um lado, ao enviar demasiadas newsletters, os usuários acabam por se cansar e fazem unsubscribe. Há que evitar ser demasiado insistente. Por outro lado, há aqueles casos em que alguém subscreve a newsletter e depois fica durante muito tempo sem receber qualquer novidade, até que quando a recebe já não se lembra que a tinha solicitado.

4. Erros nas imagens

Um dos erros de email marketing mais básicos é o uso incorrecto de imagens. Aqui, temos de avaliar duas situações: imagens em demasia ou inexistentes.

Imagens a mais

Usar imagens por todo o email dificulta a sua abertura, principalmente por não ser optimizado para dispositivos móveis ou por causa das configurações que bloqueiam imagens. Além disso, enviar emails que são uma única imagem é também um erro a evitar, uma vez que esta pode não ser devidamente carregada, os emails de texto são mais leves e não caem tanto na caixa de spam.

O email não tem imagens

As pessoas clicam mais em anúncios que tenham uma imagem, comparando com conteúdo feito integralmente de texto.

Como contornar isto? Encontre um meio termo: escreva conteúdo que tanto inclua texto como uma imagem.

5. Enviar e-mails que não abrem em mobile

A maior parte das pessoas vê o email em dispositivos móveis, por isso convém adequar as mensagens a esta realidade. Devemos evitar designs complicados, usar apenas uma coluna, ter atenção ao tamanho de letra adequado para ecrãs de 4 ou 5 polegadas e, como já referido, ter atenção às imagens.

6. Não fazer perguntas aos subscritores

Para saber o que os subscritores mais gostam e procuram, pode-se fazer um pequeno inquérito, uma ou duas vezes por ano. Procurar saber se estão a gostar do conteúdo, ideias, sugestões, o que gostariam de ver mais vezes. O inquérito é uma boa forma de relacionamento com os subscritores.

7. Não oferecer valor ao cliente

É preciso gerar valor para o cliente, oferecendo uma solução para o que ele procura, algo útil. Com isto, evitaremos que o email fique para ler mais tarde, esquecido ou até mesmo eliminado.

8. Usar noreply

Um dos erros de email marketing é o uso do noreply. As pessoas não poderão responder ao email e parece que a empresa está a passar a mensagem de que não quer ser contactada pelos subscritores. Estes poderão ter dúvidas sobre os produtos ou desejar obter algum suporte. O ideia é usar um email pessoal como remetende (monitorizado pela empresa) e responder às mensagens, criando um canal de comunicação com clientes ou potenciais clientes.

9. Desvalorizar o destaque da página

O destaque da página, ou pre-header, é a parte visualizada sem precisar de descer a mensagem, sendo uma área nobre para qualquer email. As informações importantes ficam nesta área e o conteúdo deve ser bastante atractivo para o leitor, deve chamar a sua atenção; caso contrário, este não lerá o resto da mensagem.

10. Assinatura de e-mail

As pessoas gostam de saber que estão a ser contactadas por uma pessoa real e não por uma máquina. Quando a assinatura de email inclui o nome de alguém da equipa, o leitor vai dar mais atenção à mensagem.

11. E-mail centrado no produto em vez do cliente

Os emails devem servir ao cliente e não ao produto. É importante focar em como o produto pode realmente ajudar as pessoas.

12. Assunto do e-mail demasiado longo

Mais um dos erros de email marketing: não ter atenção ao assunto. Este deve ser curto e directo, suficientemente interessante para cativar o usuário. Se for demasiado extenso e sem interesse, a mensagem poderá ser ignorada.

13. Não ter uma estratégia

Cada email deve ser preparado de forma alinhada com todas as restantes operações. Uma boa estratégia começa na captação de subscritores, determinando objectivos e segmentando o público.

14. Inclui muitos CTAs ao longo da mensagem

Em vez de usar várias chamadas de atenção (call-to-action), deve-se focar em apenas numa, com link para a página de destino (landing page), que esclareça mais informação sobre a oferta.

15. Newsletters demasiado ou nada promocionais

Por um lado, se a newsletter for demasiado promocional, os subscritores cansam-se e podem optar por cancelar a subscrição, perdendo um potencial cliente. Por outro lado, se a empresa nunca enviar conteúdo promocional, as pessoas não saberão que estão a vender produtos ou serviços. Convém encontrar um equilíbrio, inserindo conteúdos de valor ao mesmo tempo que promoções na newsletter.

Se evitar ou corrigir estes erros de email marketing, é uma questão de tempo para os objectivos começarem a ser cumpridos. Criar-se-á relações mais fortes com os subscritores, sejam eles clientes ou potenciais clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *